Intervenção de Manuel Begonha, Presidente da Associação Conquistas da Revolução